BIG Festival recebe público recorde em sua quinta edição

Banner do Big Festival

A quinta edição do BIG Festival, maior evento de jogos independentes da América Latina, terminou com público recorde tanto na área de negócios quanto na de exposição. Entre 24 de junho e 2 de julho, 20 mil pessoas visitaram o festival no Centro Cultural São Paulo, onde foram apresentados gratuitamente 91 jogos independentes do mundo todo.

Além dos visitantes, 3,2 mil profissionais participaram de rodadas de negócios, reuniões, painéis, palestras, keynotes e workshops no BIG Business Forum, uma das ações do BGD, Projeto Setorial de Exportação Brazilian Game Developers, uma parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, Apex-Brasil, e a Abragames, Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Digitais.

– O BIG se consolidou como o hub internacional de negócios para jogos independentes na América Latina e vamos oferecer ainda mais espaço e visibilidade para os desenvolvedores brasileiros. Nosso foco é o desenvolvimento da nossa indústria, diz Eliana Russi, gerente executiva do projeto Brazilian Game Developers.

Neste ano, uma das novidades do BIG Festival foi a participação de delegações de empresas suíças e chinesas interessadas em conhecer a produção nacional de jogos. Segundo pesquisa da IHS Markit, o mercado de games chinês é o maior do mundo, com valor de US$ 25,6 bilhões em 2016 e expectativa de fechar 2017 em US$ 29 bilhões.

Nas premiações do evento, a principal delas coroou o game Overcooked, da desenvolvedora britânica Ghost Town Games, com o troféu na categoria “Melhor Jogo”. O jogo também foi o vencedor da categoria “Melhor Gameplay”.

Entre as produções nacionais, o jogo Distortions, da desenvolvedora Among Giants, de São Paulo, levou os prêmios das categorias “Melhor Jogo Brasileiro” e “Voto Popular”, que é definida pelo público que visita o BIG Festival e pode testar todos os jogos participantes para escolher o seu favorito.

Já nas categorias BIG Starter, dedicadas a jogos brasileiros ainda em fase de desenvolvimento, os vencedores foram MedRoom, do estúdio MedRoom, como “Melhor Jogo Educacional”; e King Boom, da Digi Ten, como “Melhor Jogo de Entretenimento”.

Deixe uma resposta