Gears of War – XBOX 360 – GameTeam Ranking!

Eu comprei muito recentemente meu Xbox 360 e decidi que o primeiro jogo que eu jogaria nele, seria o Gears of War. E foi assim que aconteceu, e felizmente, foi uma grata surpresa.

Gears of Wars traz um mundo futurista de um planeta chamado “Sera”, após passar por um processo de esgotamento de recursos do planeta, foi encontrado um novo elemento chamado Imulsion, que se tornou a principal fonte de energia de baixo custo e de grande durabilidade. Depois de vários acontecimentos e o planeta voltando a se reerguer, os alienígenas, denominados Locust, para se apossarem dessa fonte de energia. Nisso, entram em ação as forças militares para protegerem o planeta Sera e você entra na pele de Marcus Fenix, que se encontra na prisão, acusado de abandono de posto após sair da sua posição para salvar seu pai. Cercados de invasores e as forças de defesas perdendo o combate contra os Locusts, Fenix foi convocado novamente para as forças especiais e o game inicia.

Vamos as avaliações:

História – 8,0

O roteiro não é ruim, o motivo da guerra é aceitável, mas, muito clichê. Me lembrei muito de Resistance do PS3 enquanto jogava o Gears. Mas, o enredo consegue te prender o suficiente para várias horas de jogatina (finalizei em 9 horas), uma narrativa muito eficaz nas apresentações dos personagens e de suas dificuldades em alcançar os objetivos. Mas nada muito longe de diversas histórias que temos por ai.

Jogabilidade – 8,0

O game tem notoriamente elementos de Residente Evil 4 com o posicionamento da câmera, o que se tornou padrão para muitos jogos de ação que foram lançados posteriormente.  Os personagens possuem uma ótima movimentação e o sistema de cobertura funciona muito bem. O que me incomodou e muito nesse jogo, é a falta de sensação de impacto dos tiros, tanto dos tiros contra os inimigos, como os tiros recebidos. Parece simplesmente que o tiro não está pegando, você vê que a barra de vida cai dos inimigos, mas você não sente que o tiro está dando algum impacto nos Locusts.

Desafio – 8,0

Jogo bem fácil, com alguns momentos de dificuldade para enfrentar uma quantidade elevada de inimigos e alguns chefes, mas nada que tire seu sono. Esse game eu esperava que houvessem inimigos que chamassem mais a atenção e inimigos mais torturantes de se matar, mas assim ficou marcada um pouco a geração Xbox 360, PS3 e Wii, com jogos com a dificuldade menos elevada, (ignorando Dark Souls, por que ele não é desse planeta).

Diversão – 8,5

O game possui algumas escolhas de caminho que para os jogadores mais hardcores são verdadeiros tesouros para um replay do game para explorar outros caminhos ou até mesmo combinações diferentes de direção. Vale mais umas duas jogatinas.

Áudio – 7,5

Verifiquei alguns erros na dublagem dos personagens, em muitos casos não é possível ouvir o que dizem e em outros, simplesmente não saia a voz. Ambientação sonora excelente e as músicas das fases com mais ação realmente joga uma adrenalina muito boa. Mas, não encontrei essa qualidade nos efeitos sonoros das armas e novamente, nem um som de retorno de dano, você atirava e não ouvia e nem percebia o impacto nos inimigos.

Nota Final: 8,0

 

Confira mais análises em: https://goo.gl/VcEF5i

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *