TOP 10 Jogos de Super Nintendo para conhecer o console!

Considerados por muitos, até hoje, como o melhor console de todos os tempos, o Super Nintendo (Super Famicom no Japão) chegou ao mercado para competir com seu eterno concorrente, o Mega Drive (Genesis nos EUA) da SEGA. O console chegou ao mercado primeiramente no Japão em 1990 e um ano depois na Terra do Tio Sam, trazia um console parrudo de 16 bits, resolução de 512×448 pixels e fazia incríveis 256 cores simultâneas, acredite se quiser, isso era incrível na época. Uma das principais vantagens que o console da Nintendo tinha sobre o Mega Drive era a qualidade de áudio, contando com um chip da Sony (SPC700) impressionante.

Mas, o que vale mesmo para um console não são apenas gráficos ou uma musiquinha bonita, mais que isso, o Super Nintendo conta com uma variedade invejável na biblioteca de jogos, contando com parcerias incríveis como a Square, Rare, Capcom entre outros, fez com que o console recebesse seu trono com louvor, sem contar dos jogos da própria Nintendo que colocam mais uma vez o nome na história.

E sim, é meu console favorito. E por isso, quis começar com ele para falar 10 jogos do SNES que eu considero indispensáveis para quem nunca jogou o console ou tem curiosidade em saber por onde começar. Eles não estão ranqueados conforme do melhor para o pior e nem necessariamente, são meus jogos favoritos, mas sim jogos que eu acredito que ajudem o jogador a ter uma boa recepção e a partir deles conhecer jogos mais profundos e diversificados. Há alguns casos que falarei de jogos que foram lançados para outras plataformas, mas que em minha humilde opinião, temos uma experiência de gameplay mais rica no Super Nintendo. Então vamos apertar o START e conferir nosso TOP 10!

10 – Donkey Kong Country

 Macacos me mordam! Foi essa a reação quando DKC apareceu no Super Nintendo. O game trazia o macacão de volta aos games em um jogo de aventura em plataforma com gráficos pré-renderizados em 3D nunca antes vistos nos consoles de mesa, aumentando assim sua capacidade gráfica para 32MB. Em Donkey Kong Country, Kong e seu sobrinho Diddy, têm que correr por diversas fases para conseguir recuperar todas as bananas roubadas pelo vilão King K. Rool da ilha. Seja na floresta, na chuva, na água e até mesmo no temível carrinho da mina, se torna um desafio implacável para DK e Diddy na busca das bananas. Jogabilidade e desafio são as principais características do game, sem contar a trilha sonora que faz leva o jogador para dentro do console.

9 – Rock n’ Roll Racing

Aumente o som da TV de “tubão” e aqueça os motores em uma corrida de destruição em massa! Rock n’ Roll Racing traz uma corrida de destruição universal, misturando pilotos de diversos planetas em carros super potentes, equipados com mísseis, minas, raios lasers e diversos equipamentos para fazer com que os adversários virem cinzas nas pistas. O game também saiu para Mega Drive, mas ele tem uma boa distinção em questões de jogabilidade e áudio tornando a versão de SNES seja mais chamativa. O game é difícil mas o fator replay é surpreendente.

8 – Tartarugas Ninjas 4 – Turtles in Time (Teenage Mutant Ninja Turtles: Turtles in Time)

Kawabanga! Cara! Como eu joguei Turtles in Time. Sabe aquele jogo que você quer chegar em casa, depois de um dia cansado e quer jogar para relaxar, mas que você só consegue desligar depois de zerar ele? TMNT: Turtles in Time é o exemplo perfeito. April foi sequestrada novamente por Destruidor e a missão das quatro tartarugas mais famosas do mundo é resgatar a ruiva, só que dessa vez, nossos amigos verdes terão que voltar no tempo e derrotar todos os vilões , inclusive, na época jurássica. O game é um produzido pela Konami e originalmente lançado para os arcades e depois o SNES ganhou sua versão, com mais fases e novos inimigos, entre eles os famosos Bebop e Rocksteady. Um dos fatores mais chamativos no game com certeza é o multiplayer, tudo fica muito mais divertido jogado com um segundo player e é jogatina divertida na certa.

7 – Ultimate Mortal Kombat 3

Games de luta foram um ponto forte do Super Nintendo, que recebeu uma quantidade de títulos do gênero bem generosa. Ultimate Mortal Kombat 3 foi uma “atualização” de Mortal Kombat 3, com novos personagens secretos e selecionáveis e colocando os chefes Motaro e o desgraçado do Shao Khan! MK sempre foi um jogo de luta bem difícil, que faz com que o jogador exercite um pouco da paciência para conseguir passar por alguns lutadores, e quanto mais próximo do chefe a gente chega, pior vai ficando. Gráficos bonitos (continuando a renderização de atores de verdade) e 32 personagens com características e golpes únicos que vai fazer com que você fique um bom tempo na frente do console para pegar o jeito com a maioria deles…e mais um bom tempo lutando contra o Shao Khan.

6 – Top Gear (Top Racer no Japão)

Antes de qualquer coisa, se estiver em um computador, por favor, CLIQUE AQUI  e deixe o som tocando…pronto? Vamos lá. Velocidade alucinante, carros com características e velocidades distintas, estradas repletas de curvas e assistindo o dia amanhecer enquanto está em uma corrida pelas estradas do mundo, inclusive no Brasil, Top Gear é com certeza, um dos melhores jogos de corrida do Super Nintendo. Eu nem tenho como ficar falando, pois a experiência em desfrutar esse jogo será a melhor coisa que você pode fazer. Multiplayer é super divertido e desafiador, já que ambos os players tem que ter boas classificações para prosseguirem no game, uma sensação real de velocidade que pode ser aumentada acionando o nitro. E preste atenção ao seu tanque de combustível, pois a gasolina aqui no jogo acaba!

5 – Final Fight 3

A porrada rola solta em Final Fight 3! Dean, Guy, Haggar e Lucia têm que salvar Metro City das mãos violentas da nova gangue criminosa Skull Gang, após Haggar, Maki e Carlos terem limpado a cidade da ameaça anterior em Final Fight 2. O game segue o gênero beat’em up (conhecido por aqui como briga de rua) e foi um dos games mais aclamados do console e é um dos games de todos os amantes de multiplayers. O jogo tem uma dificuldade mediana para fácil, cada um dos jogadores tem uma forma diferente de jogar e com características próprias, o Haggar por exemplo, é o mais forte e tem ataques que lembram o Zangief, já o Guy e rápido e um mestre das artes ninjas, o bom do game, é que dá para zerar ele bem rápido, deixando o fator replay bem interessante.

4 –  Super Street Fighter II Turbo: Hyper Fighting

Hadouken! Tegueteguetuguen! É rapaziada, portado dos arcades, os consoles de 16 bits receberam suas versões do clássico das lutas, Super Street Fighter II Turbo: Hyper Fighting, trouxe velocidade superior e mais equilíbrio mais os personagens comparado com sua versão anterior. Trazendo para o ringue: Ryu, Chun-Li, Guile, Ken,Blanka, E. Honda, Zangief, Dhalsim, Balrog, Vega, Sagat e M. Bison, SSF II Turbo: HF concorreu como melhor jogo de luta no ano de lançamento, mas acabou ficando em segundo lugar, perdendo o título para Samurai Spirits, e esse resultado causa polêmica até hoje.

3 –  Chrono Trigger

Toda vez que falo de Chrono Trigger, eu fico triste por saber da perda da parceria da Nintendo com a Square, foi uma perda tão grande quanto a perda da Rare nos consoles da BIG N. Lançado em 1995 para Snes, o jogo coloca no auge o estilo de RPG apresentados até então. Atravessando diversas florestas, cidades, mares e viajando em universos paralelos, o jogador precisará de cada experiência, equipamento, magias e armas conquistada nas batalhas com criaturas e humanos poderosos nunca antes vistos ,com gráficos em 2D simplesmente maravilhosos, e isso, em muitas horas de gameplay para se chegar ao fim do jogo. E até hoje, estamos esperando por uma nova versão ou remake.

2 – The Legend of Zelda: Link to the Past

Se um dia Shigeru Miyamoto criou algo divino, foi The Legend of Zelda no NES e se um dia ele quis provar que consegue melhorar algo perfeito, ele criou Link to the Past. Aclamado como um dos melhores games da história dos videogames, Link está de volta para salvar Hyrule, com o objetivo de impedir que Ganon retorne e liberte as donzelas que são descendentes dos antigos sábios do Mundo das Trevas para se apoderar do reino, mas para impedir o pior, Link descobre que é ancestral de uma família de protetores da família real  e que a princesa Zelda está aprisionada no castelo e que para evitar o pior, ele precisará encontrar a espada sagrada Master Sword. Gráficos limpos, lindos, ambientação sonora perfeita, trazem a tona o que um verdadeiro RPG Adventure pode trazer aos gamers, simplesmente fantástico.

1 – Super Mario World

Após o sucesso de Super Mario Bros 3 no Nes, chegou a vez do bigodudo da Nintendo voltar em grande estilo, em cores vivas e com um novo parceiro, o Yoshi. Super Mario World traz Mario e Luigi em mais uma aventura em resgatar a princesa Peach e os ovos (filhos?!?) do Yoshi, atravessando 8 regiões da Terra dos Dinossauros, onde passavam umas férias após salvarem o Reino dos Cogumelos em Mario Bros 3.  Em SMW trouxe menos opções de Power-ups do que a versão anterior para o personagem principal, mas Yoshi ganhou poderes próprios quando “engole” cada tartaruga cascos de cores específicas. Os filhos de Browser também estão de volta nesse game e agora contamos com fases de casas mal assombradas.

Super Mario World define o que foi o videogame de 16 bits da Nintendo, inovando no que foi excelente anteriormente e trazendo desafios para os desenvolvedores chegarem ao limite do console, como foi o caso de Donkey Kong Country, Star Fox, Mario RPG entre outros. O Snes foi um console que cresceu junto com seus jogadores e que deixa com saudades em algumas tardes chuvosas e quando temos alguns amigos em casa. Mas, graças aos emuladores, conseguimos matar a saudade e trazer bons momentos para nossas jogatinas, e também, conhecendo o que o console pode oferecer aos novos jogadores, infelizmente o mercado retrô está com valores bem altos e em muitos casos fora da realidade para que uma coleção seja iniciada com mais facilidade, mas um bom controle e um computador básico, já conseguimos desfrutar do que o Super Nintendo pode fazer por nós.

Aqui fica mais uma indicação, do canal do Velberan, que realizou uma lista de 7 Jogos Indispensáveis para o Super Nintendo, que vai complementar muito bem essa postagem e com a maestria do mestre Velberan.

E é isso galera, espero que tenha gostado dos jogos da lista. Caso você gostou ou não concorda com a minha lista, deixe seus comentários abaixo e diga quais são os seus jogos favoritos do console. Compartilhe com seus amigos para ajudar o nosso blog e siga-nos em nossas redes sociais. Agradecemos por ter lido essa matéria e até a próxima! Valeu!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *