Zelda: Breath of the Wild – Estratégia da Nintendo com o game é atrair novos jogadores.

O maior destaque da Nintendo e talvez até mesmo da E3 2016 foi sem dúvidas a nova cara da série Zelda, apresentando um formato de mundo aberto e RPG vistos em games como Dark Souls, Skyrim e Metal Gear Solid V: The Phanton Pain.

Segundo o presidente da Nintendo of America, Reggie, informou que não se trata de uma mudança feita devido ao perfil do público jogador na America, já que as vendas da franquia Zelda sempre venderam mais no ocidente do que no japão, e sim que a Nintendo está buscando inovar-se mas também manter o ar nostálgico da série, com isso, buscando atrair fãs mais antigos e novos jogadores.

“A fórmula de Zelda é bem conhecida. Você continua por um caminho, batalha em uma caverna, recebe um item e esse item, você vai precisar dele na caverna seguinte e assim por diante. Nós achamos que para o jogador de hoje esse formato precisa ser reformulado, que é necessário introduzir novos elementos, a fim de trazer novos jogadores. Mas precisamos fazer isso de forma muito cuidadosa, a fim de manter o jogador atual.

O comportamento do Ocidente e o Japonês não são tão diferentes assim. Um grande exemplo disso foi Splatoon (Wii U), que é um shooter, estilo de game mais voltado para o mercado americano, mas que no Japão vendeu mais que nos Estados Unidos. Isso se resume que o jogo é divertido e convincente, então para que exclusiva-lo se é possível fornecer algo ao jogador para fazer com que ele se relacione?”

 Zelda: Breath of the Wild foi divulgado na E3 e sairá para Wii U e NX

Fonte: Gamenesia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *