The Last of Us – PS3 – 8,9 – GameTeam Ranking!

Quando pensamos em obras de arte, imaginamos Picasso, Michelangelo, Van Gogh entre outros. Mas sendo bem sincero, The Last of Us é um tapa na cara de todos que ainda acham que games não podem ser considerados arte. TLoU mostra o que realmente um game pode se tornar, como ele pode nos entreter e dar a sensação de estar vivendo a história junto com os personagens. O enredo pode ser considerado clichê no mercado dos games, afinal, estamos praticamente falando de zumbis e uma doença que causou o apocalipse no mundo, mas, o foco baseia-se muito mais nos personagens do que no problema da doença, com isso, permite ao jogador uma proximidade tão grande, que causa lágrimas com a morte de alguém no game.

Os controles são simples, mas precisa de algum tempo para se acostumar com a troca das armas e utilização de itens e objetos, mesmo assim a precisão é absurdamente maravilhosa. Os cenários são lindos, muito bem distribuídos e bem abertos, garantindo a sensação de sobrevivência e busca por itens que vão ajudá-lo a montar armas e kits de primeiros socorros, o único ponto que vai contra, é a variedade de inimigos, acho que poderiam ter variado um pouco mais, as vestes e aparência dos inimigos, tanto zumbis como humanos, eram os mesmos. Eu só tenho um contra o enredo do game, foi a quantidade de dúvidas que ficaram em aberto, alguns deles já foram respondidos nos extras lançados por DLC posteriormente, mas alguns ainda continuam me matando de curiosidade. Agora sobre o som, em inglês, perfeito, em português, extremamente baixo!

Eu preciso colocar a televisão no máximo e ainda configurar nas opções do jogo para abaixar o som de efeitos e gerais para conseguir ouvir o que os personagens conversam na versão dublada, mas, deixando as legendas ligadas é possível acompanhar sem maiores problemas, mas como estamos no Brasil, estarei dando as notas em cima da versão nacional, mas acima de tudo, The Last of Us foi a melhor dublagem que eu já vi nos games e quem sabe, até de filmes. Por fim, o jogo te prende até você zerar, se você tiver um final de semana livre é um prato cheio, o jogo tem sua dificuldade elevada mas nada que faça o jogador desistir de prosseguir, já que muitos dos puzzles são indicados do que deve-se fazer para resolvê-los, muito lugares escuros e momentos que nenhum barulho será tolerado, então, diversão garantida por horas!

Jogabilidade: 8,5 (Excelente precisão, mas bem complexo)
Diversão: 10 (Não dá vontade de parar de jogar em momento algum)
Desafio: 9 (Dificuldade bem dinâmica)
História: 9 (Apesar de ter um roteiro maravilhoso, pode ser considerado um clichê como gênero e com algumas aberturas)
Áudio: 8 (Efeitos sonoros sensacionais, equipe de dublagem genial, mas equalização da dublagem horrível)

Total: 8,9

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *