Bits Resenha #1 // O fracasso do GTA online

Esse é um novo quadro do site e a proposta é promover um debate descontraído sobre um assunto polêmico. Nós vamos dar nossa opinião, vocês dão as suas e assim a gente vai seguindo. E escolhemos um tema polêmico e de certa forma até pouco explorado pelo público em geral, o tema já esta no título e aqui vamos colocar pontos que defendem nosso ponto de vista, se concordar ou discordar, não se acanhe e exponha sua opinião. Vamos lá!

Na minha opinião, a expectativa em cima do GTA V foi comparável com a de GTA 3, isso tudo porque o 3 prometia uma ação em 3D, um Sandbox(jogos de mundo aberto) e totalmente em terceira dimensão somada com o clima de “faço o que eu quero” que GTA trazia era algo inimaginável, pelo menos para a época. Quando foi lançado, seu “Boom” foi instantâneo, talvez podemos questionar o sucesso do jogo, mas o sucesso de sua repercussão é inquestionável. Esse o V chegou com o mesmo poder, prometendo um novo mundo para seus jogadores, prometendo experiencias jamais vistas em nenhum game(ou mod de game), dentre elas, o tão aguardado “modo online” de GTA.

O modo online não poupava despesas, ele prometia uma experiencia quase como num RPG, você começaria frangote e depois com muito empenho, viraria um monstro. Você faria missões, com ou sem ajuda de outros jogadores, aumentaria de nível, desbloquearia coisas até a cidade inteira estar aos seus pés. Tudo que podíamos querer em um modo online dessa franquia, porém, os servers estão vazios, cheio de trolls e que só tem picos de jogadores quando lança um conjunto de DLC’s novas e que logo volta a abaixar novamente. Vamos aqui mostrar alguns fatores que contribuem para esse fracasso:

1º – Falta das missões de assalto.
Vamos jogar nossa carta mais poderosa em campo logo. Todo mundo quer, clama, sonha, suplica por missões assim, foi uma das maiores mancadas da Rockstar game. Na capa do modo online e era o modo mais esperado de todos, era a unica coisa que não podia faltar e faltou.Não que as pessoas não jogassem só por falta desse tipo de jogo, mas o modo online sem ele é muito mais sem graça.

2º – Deixar fazer o que quiser, nem sempre é o que queremos.
Se você jogou GTA online por um tempo considerável sabe a quantidade de Pseudos Trolls no jogo. Você quer fazer sua missão, quer modificar seu carro… de repente tem um tanque de guerra na porta da sua garagem ou algum sniper te acerta bem na cabeça. Mas isso existem em quase todo jogo online, por que ficar de mimimi com GTA? GTA fornece uma saída de proteção, o modo pacífico, porém, tente ativa-lo quando, assim que você entra em uma sala, colocam uma recompensa sobre sua cabeça? sem contar que ele não funciona dentro de carros então…

3º – O modo online simplesmente não esta interessante. Você chega ao 120 fácil (lv em que você destrava tudo) e depois disso você fica limitado a caçar os outros jogadores ou ir ganhando mais dinheiro pra comprar pastel… porque assim como em muitos RPG’s, quando você atinge o ápice muito fácil, o jogo se torna completamente banal e desestimulante.

Resumindo, hoje GTA online esta despencando nas tabelas, o fato do jogo pular para outra plataforma não explica nada, já que que Battlefield 4 pode ser usado como exemplo de que jogo para duas gerações não o destrói. Também é importante ressaltar que essa matéria foi feita e postada no dia 14/10 e se a Rockstar lançar algo revolucionário no online (deus, que seja os assaltos) então não nos culpe. Enfim, foi um modo online bom, mas longe do prometido e não mudou a expectativa de um GTA SA e seus mods pra pc, então, particularmente ele foi broxante.

Bem, lembrando, essa é a nossa opinião para o fraco apego dos jogadores ao modo online de GTA, você tem a sua? repito, comenta ai, faz valer sua net e participe!

Deixe uma resposta